Como é Dividido o Dinheiro Arrecadado nas Loterias da Caixa Econômica?




Você sabia que nem todo o dinheiro arrecadado nas loterias é destinado para o pagamento dos acertadores? Uma parcela da quantia é repassada ao Governo Federal a fim de realizar investimentos em diversas áreas.

Índice

Qual o Destino do Dinheiro Arrecadado?

Premiação Anunciada não Sofre Nenhuma Redução?

O que Acontece com os Prêmios não Reivindicados?

De acordo com relatório da Caixa Econômica, boa parte desse dinheiro é cedida para projetos de esporte, cultura, educação, segurança e saúde. Outros recursos são utilizados para pagar os gastos com as realizações dos concursos, os tributos devidos e outros gastos.

Destino do Dinheiro Arrecadado nas Loterias

Confira a divisão e o destino do dinheiro arrecadado nas loterias, segundo informações divulgadas pela própria instituição financeira.

Prêmio Total – 51%

Fundo para Cultura – 3%

Comitê Olímpico Brasileiro (COB) – 1,7%

Comitê Paralímpico Brasileiro – 0,3%

Premiação bruta – 46%

Premiação líquida – 32,2%

Cobrança do Imposto de Renda – 13.8%

Seguridade Social – 18,1%

Crédito Educativo – 7,76%

Fundo Penitenciário – 3%

Gasto com a realização dos serviços para sorteios e fiscalização – 20%

Taxa de gestão – 10%

Comissão dos lotéricos – 9%

Fundo para o Desenvolvimento das Loterias – 1%

Taxa extra para a Secretaria Nacional de Esportes – 4,5%

Renda Bruta – 100%

Premiação Anunciada não Sofre Nenhuma Redução

No fim de todos esses descontos, a premiação bruta equivale a 46% do total, enquanto a premiação líquida representa 32,2% do dinheiro arrecadado nas loterias de todo o território nacional.Dinheiro Arrecadado nas Loterias

A boa notícia é que o acertador não sofre qualquer tipo de prejuízo. Isso porque o desconto tributário, como, por exemplo, o Imposto de Renda é feito diretamente na fonte. A Caixa Econômica Federal é a responsável por arcar com esse montante.

Por isso, quando você escuta ou lê na mídia que o próximo prêmio da loteria será de “tantos milhões”, este é o valor final. Se você faturar, vai embolsar exatamente a quantia divulgada. Além disso, o acertador tem a obrigação de declarar a sua premiação no ano seguinte, mas não arca com novos impostos.

O que Acontece com os Prêmios não Reivindicados pelos Acertadores?

Quando não é identificado um vencedor no respectivo jogo da loteria, a quantia fica acumulada para o próximo sorteio, na devida faixa de premiação. Ou seja, o prêmio acumula.

Mas, não é sempre que isso acontece. Por exemplo, a Mega da Virada se encaixa nessa situação e opta por premiar os vencedores de acordo com a quantidade de acertos. Desta maneira, é possível ganhar na Sena, na Quina e na Quadra.

Mas, e quando ninguém se apresenta para receber o prêmio? De acordo com a legislação nacional, a pessoa conta com um prazo de noventa dias depois da data do sorteio para se dirigir a uma lotérica ou agência da Caixa Econômica, comprovar que ganhou, e receber a bolada.

Se ninguém se apresentar neste espaço de tempo, a quantia não fica parada e tampouco acumula para ser sorteada novamente. O valor é cedido ao Tesouro Nacional a fim de reforçar o Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior, o FIES.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *